domingo, 26 de maio de 2013

Não sou mulher de feijão com arroz.



Não sou mulher de feijão com arroz.
           Vou explicar, tem gente que fica feliz se comer feijão, arroz, batata frita e bife, eco!!! Isso me dar arrepios!! Sou uma pessoa que anseia pelo novo, que busca novos sabores, novos lugares, novos viveres, nada de rotina, nada de ficar na mesma, viva a mudança, que venha o novo!!!
           Sair e ver algo novo, uma pintura, uma imagem, um som, uma dança, uma comida, um sabor, um prazer, uma estrada, uma cidade, uma vida que gira, que muda, que não permanece num ponto só, que sai da linha de conforto, e continua saindo, muda de casa, de amigos, de cor de cabelo, de estilo de roupas, de forma de dormir, de cor das paredes, de muitas coisas, pois o mundo é grande e sou aversa a ficar olhando para o meu umbigo.
            Ultimamente tenho ouvido falas de pessoas que admiro mas não mudam, só comem a mesma coisa, viajam o mundo comendo feijão com arroz, o voltam para casa para comer o feijãzinho com o arroz, como saber se tem algo melhor se nem provam, se nem dão uma chance a outra opção, quebro a cara as vezes quando provo o novo, mas descubro muito quando experimento, saiu ganhando na maioria das vezes, coisas novas, cores e sabores, sensações lícitas e gratificantes, e que tento dividir com as pessoas que amo, dizem que sou corajosa, já estou acreditando, pois ficar parada esperando não é comigo.
            Viver é conhecer, e conhecer é mudar, e amo mudar, sinto até uma inquietude quando nada muda, como conseguiria viver no F+A+BF+B( feijão+arroz+ batata frita+ bife) = a mesmice e tenho uma alma muito curiosa, o que posso dizer é: viva  a curiosidade.